Show simple item record

dc.contributor.advisorPereira, Julimar Luiz, 1971-pt_BR
dc.contributor.authorBarcelos, Guilherme Tadeu dept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Curso de Especialização em Preparação Física nos Esportespt_BR
dc.date.accessioned2021-12-28T15:34:00Z
dc.date.available2021-12-28T15:34:00Z
dc.date.issued2021pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/72982
dc.descriptionOrientador : Julimar Luiz Pereirapt_BR
dc.descriptionArtigo apresentado como Trabalho de Conclusão de Cursopt_BR
dc.descriptionArtigo (Especialização) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Curso de Especialização em Preparação Física nos Esportes.pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: O estudo teve por objetivo comparar o efeito do treinamento físico, com e sem periodização, nos níveis de atividade física diária e no tempo em comportamento sedentário de adultos com obesidade. Em um estudo randomizado controlado, 69 adultos de ambos os sexos com obesidade (IMC = 30 kg/m²) foram randomizados em três grupos: grupo periodizado (GP), grupo não periodizado (GNP) e grupo controle (GC). Os grupos periodizado e não periodizado foram submetidos a 16 semanas de treinamento físico combinado (aeróbio e resistido) e supervisionado, três vezes na semana, em sessões de 60 minutos. Os níveis de atividade física e comportamento sedentário foram mensurados por meio de acelerometria (Actigraph - GT3x). O tempo despendido em comportamento sedentário após a intervenção aumentou 6,5% no GP e 1,2% no GC e reduziu 0,5% no GNP. As mudanças nos níveis de atividade física leve foram de -4,6% no GP, +0,5% no GNP e -2,3% no GC, ao passo que os níveis de atividade física moderada a vigorosa apresentaram reduções de 3,0% no GP e aumentos de 0,5% no GNP e 12,2% no GC. Vale destacar, porém, que não foram identificados efeitos isolados do tempo e do grupo e nem interação tempo e grupo para nenhuma das variáveis analisadas (p > 0,05). Um programa de treinamento físico combinado e supervisionado, com ou sem progressão de carga, não foi capaz de promover mudanças no comportamento sedentário e nos níveis de atividade física de adultos com obesidade, sendo necessárias ações específicas voltadas a estes comportamentos.pt_BR
dc.format.extent1 arquivo ( 21 p.) : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectObesidadept_BR
dc.subjectAtividade físicapt_BR
dc.titleEfeito da periodização do treinamento físico no nível de atividade física em adultos com obesidadept_BR
dc.typeMonografia Especialização Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record