Show simple item record

dc.contributor.advisorSampaio, Rafael Cardoso, 1981-pt_BR
dc.contributor.authorAmarante, Erivelto Diego do, 1986-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Parana. Setor de Artes, Comunicação e Design. Programa de Pós-Graduação em Comunicaçãopt_BR
dc.date.accessioned2021-12-13T16:14:30Z
dc.date.available2021-12-13T16:14:30Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/70721
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Rafael Cardoso Sampaiopt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Artes, Comunicação e Design, Programa de Pós-Graduação em Comunicação. Defesa : Curitiba, 27/02/2020pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 121-129pt_BR
dc.description.abstractResumo: Este trabalho analisa a cobertura dos jornais Folha de S. Paulo e Estado de S. Paulo sobre os 100 primeiros dias de governo de Fernando Haddad (PT) e João Doria Jr (PSDB) na Prefeitura de São Paulo. O objetivo é verificar de que forma a imagem pública dos prefeitos de partidos rivais é construída através das notícias e identificar se houve alguma saliência a favor ou contra determinado político. A análise de cobertura utilizada é resultado de uma combinação entre enquadramento de texto, imagem e valência. O corpus é composto de 584 notícias publicadas na versão impressa entre 1º de janeiro e 10 de abril de 2013 e 2017, período exato do ciclo inicial do mandato de Haddad e Doria Jr, respectivamente. Como embasamento teórico, são consideradas as contribuições sobre imagem pública, campanha permanente e comunicação política. Os resultados apontam para uma diferença de tratamento no modo como os jornais realizaram a cobertura. Enquanto a Folha adotou um tom mais crítico e contestador, o Estadão trouxe notícias mais brandas e favoráveis à imagem dos dois prefeitos. De modo geral, a cobertura concentrou-se nas propostas de campanha e no cotidiano da política. As notícias mais negativas para a imagem de ambos partiram da Folha, mas afetaram principalmente Doria Jr. Palavras-Chave: Imagem pública. 100 dias de governo. Enquadramento noticioso. Valência. Comunicação política.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This paper analyzes the coverage of the newspapers 'Folha de S. Paulo' and 'Estado de S. Paulo' on the first 100 days of government of Fernando Haddad (PT) and João Doria Jr (PSDB) in the Municipality of São Paulo. The objective is to verify how the public image of rival party mayors is built through the news and to identify if there was any prominence in favor or against a given politician. The coverage analysis used is the result of a combination of text, image and valence framing. The corpus consists of 584 news items published in the printed version between January 1 and April 10, 2013 and 2017, the exact period of the initial cycle of Haddad and Doria Jr's mandate, respectively. For the theoretical basis, contributions on public image, permanent campaign and political communication are considered. The results point to a difference in treatment in the way newspapers covered. While 'Folha' adopted a more critical and challenging tone, the 'Estadão' brought milder and more favorable news to the image of the two mayors. In general, coverage was concentrated on campaign proposals and the daily politics. The most negative news for their image came from 'Folha', but mainly affected Doria Jr. Palavras-Chave: Public image. 100 days of government. News Frame. Valence. Political communication.pt_BR
dc.format.extent1 arquivo (129 p.) : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectComunicação políticapt_BR
dc.subjectImagem públicapt_BR
dc.subjectComunicaçãopt_BR
dc.titleA construção da imagem pública nos 100 primeiros dias de governo : uma análise dos jornais Folha e Estado de S. Paulo dos prefeitos Fernando Haddad (PT) e João Dória Jr (PSDB)pt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record